Loading...

O reconhecimento da acupuntura

É de conhecimento popular que a acupuntura é um método terapêutico milenar, que
remota do período Neolítico (10.000 – 4.000 AC) e que faz parte da Medicina Tradicional
Chinesa. Apesar do grande crescimento da prática da acupuntura no ocidente, principalmente
nos EUA e Europa, o seu reconhecimento como uma técnica com embasamento científico
ainda necessita de uma maior disseminação.

É comum nós acupunturistas sermos procurados somente após muitos tratamentos
terem sido tentados sem que tenha havido uma melhora na saúde do paciente, como se após
tentar todas as formas racionais de tratamento esse paciente partisse para uma tentativa
desesperada, em um campo obscuro, buscando uma cura milagrosa. Engana-se quem pensa
assim!

A acupuntura, com certeza comprovada, é uma técnica terapêutica cientificamente
fundamentada e com grande eficácia.

Em 1999, o Ministério da Saúde inseriu na tabela Sistema de Informações
Ambulatoriais do Sistema Único de Saúde (SIA/SUS) a consulta médica em acupuntura.
Em maio de 2006, o Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 971 que aprovou a
Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de
Saúde:
“A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a acupuntura aos
seus Estados-Membros, tendo produzido várias publicações sobre sua
eficácia e segurança, capacitação de profissionais, bem como métodos de
pesquisa e avaliação dos resultados terapêuticos das medicinas

complementares e tradicionais.”

Em 2003 a OMS havia listado dezenas de doenças que podem ser tratadas com
acupuntura. (http://digicollection.org/hss/en/d/Js4926e/5.html)

“O consenso do National Institutes of Health dos Estados Unidos
referendou a indicação da acupuntura, de forma isolada ou como
coadjuvante, em várias doenças e agravos à saúde, tais como odontalgias
pós-operatórias, náuseas e vômitos pós-quimioterapia ou cirurgia em
adultos, dependências químicas, reabilitação após acidentes vasculares
cerebrais, dismenorréia, cefaléia, epicondilite, fibromialgia, dor
miofascial, osteoartrite, lombalgias e asma, entre outras.”

“Vários conselhos de profissões da saúde regulamentadas
reconhecem a acupuntura como especialidade em nosso país, e os cursos
de formação encontram-se disponíveis em diversas unidades federadas.”

O Evidence Based Acupuncture aponta que a pesquisa em acupuntura como
tratamento médico cresceu exponencialmente nos últimos 20 anos. Nesse período, foram
realizados mais de 13.000 estudos em 60 países, resultando de milhares de estudos em
humanos e animais. os estudos abrangeram diversas áreas clínicas: dor, câncer, gravidez,
derrame, distúrbios emocionais, distúrbios do sono e inflamação, entre outros.
Ao revisar esses estudos encontraram evidências do efeito benéfico da acupuntura em
117 doenças.

“Nosso estudo encontrou evidências da eficácia da acupuntura para 117
condições, com evidências mais fortes da eficácia da acupuntura para
algumas condições do que outras. A acupuntura é considerada segura nas
mãos de um profissional bem treinado e foi considerada econômica em
algumas condições. A qualidade e a quantidade de pesquisas sobre a eficácia da acupuntura estão aumentando.”

Com tais evidências, não há mais como a acupuntura permanecer no limbo da
descrença popular. Ela ganha força, cada vez mais como uma ferramenta poderosa para a
manutenção da saúde da população.

1. Doenças, sintomas ou condições para os quais a acupuntura foi comprovada, através de
ensaios controlados, como um tratamento eficaz:
Reações adversas à radioterapia e / ou quimioterapia / Rinite alérgica / Cólica biliar
Depressão (incluindo neurose depressiva e depressão após derrame) / Disenteria /dismenorreia bacilar aguda / epigastralgia primária , aguda (em úlcera péptica, gastrite aguda e crônica e gastrospasmo) / Dor facial (incluindo distúrbios craniomandibulares) / Dor de cabeça / Hipertensão essencial / Hipotensão primária / Indução do parto
Dor no joelho / Leucopenia Dor / lombar / Posição incorreta do feto, correção da doença da manhã / Náusea e vômito
Dor no pescoço / Dor em odontologia (incluindo dor de dentes e disfunção temporomandibular) / Periartrite de ombro
pós-operatória dor / renal cólica / artrite reumatóide / ciática / entorse / curso / cotovelo de tenista

 

BIBLIOGRAFIA

Acupuncture: An Overview of Scientific Evidence


PORTARIA Nº 971, DE 03 DE MAIO DE 2006 – Ministério da saúde
Acupuntura: Revisão e análise de relatórios de ensaios clínicos controlados. 2003. Organização
Mundial da Saúde (OMS). http://digicollection.org/hss/en/d/Js4926e/5.html

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*